Tuba Livre a todo vapor no Facebook

sábado, 15 de maio de 2010

Vídeo sobre Sarney é censurado na Rede Record

image
Notícia do Jornal Pequeno de São Luís do Maranhão
Para quem ainda duvida do alcance dos tentáculos sarneysistas, olha essa aí. Um quadro do programa ‘Legendários’, da TV Record, mostraria hoje (sábado, 15) à noite o ‘reino da Sarneylândia’ – uma ‘brincadeira séria’ sobre o culto à personalidade do clã Sarney no Maranhão, estrelada pelo apresentador João Gordo. Só que, com o quadro já editado e programado para ser exibido, veio ontem à noite a tal de ‘ordem superior’ para suspender o quadro ‘por tempo indeterminado’. 

O Jornal Pequeno apurou que quem deu a ordem, alegando que a ida do quadro ao ar poderia resultar em problemas com a Justiça, foi o diretor artístico da ‘TV do Bispo’, Mafran Dutra. A censura ainda deve render muito pano pra manga, tanto externa como internamente. Ao saber do veto, João Gordo ligou ontem furioso para integrantes da equipe do ‘Legendários’. 

Clique aqui e veja uma das cenas gravadas pelo apresentador em São Luís, em março, um vídeo intitulado “João Gordo apresenta a ´Cerveja Sarney”, disponível do site do Legendários.

Leia aqui notícia do Jornal Pequeno anunciando a apresentação do quadro do João Gordo no Legendários deste sábado.

No site do Kamaleão, saiu a seguinte notícia:

Gravação de quadro de João Gordo em "Legendários" cai no Youtube
 
Gravado por um cinegrafista amador e postado no Youtube, o vídeo abaixo flagra a gravação de um dos quadros do programa "Legendários" (Record), que estreia no dia 10 de abril e será comandado por Marcos Mion.

As imagens mostram João Gordo em uma gravação no centro de São Luís do Maranhão. Com um bigode postiço, o apresentador canta e satiriza as mazelas políticas do Estado, chamando-o de "Sarneylândia", em referência aos governos de José e Roseana Sarney.


TUBA DIZ: Eu não vi (porque não passou) a matéria completa do João Gordo sobre a “Sarneylândia”. 
Talvez, nela contenha algo que realmente poderia causar problemas jurídicos à Record. Mas também pode ter havido pressão por parte dos denunciados, família Sarney, com ameaças de boicotes comerciais, como geralmente acontece aqui no Maranhão. Neste caso, afetaria as emissoras da Rede Record aqui no Estado, como a TV Cidade e a Record News São Luís.

É, realmente, democracia é uma coisa difícil de ser estabelecida completamente por estas paragens. E bem feito para o João Gordo que foi para a Record achando que teria a mesma liberdade de expressão que tinha na MTV.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
▲ TOPO ▲