Tuba Livre a todo vapor no Facebook

sábado, 7 de novembro de 2009

Como se livrar de Sarney?


A revista Superinteressante deste mês veio com uma matéria super interessante (rá, rá, piada sem graça). Como se livrar de políticos corruptos (kkkkkkkkkkk, essa teve graça). Segundo a revista, políticos como Sarney (eu não sei por que implicam tanto com o pobre do homem). A revista fala ainda sobre um recente site criado por Helder Araújo: WebCitizen. O que é isso? É um portal eletrônico criado para aproximar o governo dos cidadãos, para que esses possam acompanhar melhor o desempenho dos governantes.

A matéria revela que uma ótima solução para o problema da corrupção é expor os atos governo na internet. Porém, para que isso ocorra no Brasil, o acesso da população a esse meio de comunicação deve aumentar consideravelmente.

Helder Araújo realizou uma pesquisa em que mostra como está a interação entre governo dos Estados brasileiros e o cidadão através da internet. A pesquisa revelou que entre os três últimos estados estão (pasmem) o Amapá e o Maranhão. Você nota alguma semelhança entre os dois? Bem o primeiro é o estado pelo qual José Sarney foi eleito senador por duas vezes, e hoje está no lugar que está. E o segundo é o estado de exclusiva propriedade do mesmo; com escritura e tudo (lógico, estragada um pouco por uns grilinhos, para parecer envelhecida).

Coincidências à parte, a reportagem aponta que, à medida que aumenta o número de internautas em um determinado local, a corrupção diminui. Foi um estudo realizado pela Universidade de Copenhague, onde foram analisados 113 países. A cada 17 pontos percentuais de aumento no uso da internet em um país, a corrupção cai em 0,3 ponto numa escala de 5 pontos. Foi o que acontece, por exemplo, no Uruguai que viu o número de internautas subir de 0 % a 17 % da população, e a corrupção cair 0,4 ponto; o aumento de internautas explicou 73% da queda da corrupção nesse país.

Bem, então é isso aí! Pode ser realmente a solução para detonarmos com a oligarquia Sarney. Vamos lá maranhenses! Vamos nos unir em uma grande corrente on line; criarmos comunidades, fóruns, twitters, vamos criar temas no Meme: fora Sarney! E vamos mudar a história do Mara... Ah, espere um pouco, mas no Maranhão, apenas 7.7% da população tem acesso à internet; e de cada 100 pessoas que possuem aparelhos de televisão, 200 assistem a TV Mirante, que é do grupo Sarney. E a maioria das empresas de jornais e revistas locais, inclusive o jornal “O Estado do Maranhão”, que é o mais lido, têm como dono-sócio-majoritário o mesmo José Sarney. Droga! Não dá para ser feliz aqui!


Você pode ler mais sobre essa matéria no blog Tuba Física, ou comprando a revista Superinteressante, pelo preço simbólico de R$10,95.

Um comentário:

  1. Está tudo dominado mesmo, a prova é que no Brasil inteiro está disponível nas livrarias "Honoráveis Bandidos - Um retrato do Brasil na era Sarney" de Palmério Dória, sobre as peripécias corruptas de Sir Ney, menos aqui no Maranhão você encontra o livro pra comprar (só pela Internet). A tropa de choque sarneysta não deixa o livro entrar, com ameaças de todos os tipos.
    Mas tenho certeza que isso vai mudar. Claro que não vai ser já!

    ResponderExcluir

 
▲ TOPO ▲